29/11/13

(re) inventar o Natal

 
A resposta imediata, e respeitando todas as crenças religiosas, é que se celebra o nascimento do Menino Jesus.
É este o ponto de partida para a exploração do tema, utilizando livros adequados à idade das crianças do pré-escolar, contendo histórias que mencionem os valores do Natal.
Explicitando a história do nascimento, o educador pode integrar o presépio como uma das tradições natalícias, construindo as figuras que o compõem ou até dramatizando a história do nascimento do menino.
As histórias de Natal e as canções assumem, neste contexto, um papel fundamental para a interiorização do sentido do Natal, com a exploração de valores, de sentimentos importantes inerentes a esta época festiva, afastando, assim, a exagerada importância atribuída, atualmente, às prendas, ao Pai Natal e aos brinquedos.

Também a elaboração da lembrança de Natal por cada criança, para a família, contribui para reforçar valores de carinho e dedicação. Desta forma, poderemos reforçar que a magia dos presentes de Natal não se resume à quantidade de prendas, mas à partilha e aos laços de afeto e solidariedade entre todos.

Por isso mesmo, nunca será de mais propor a cada criança e à respetiva família que escolha, especialmente, um brinquedo para oferecer. Este ato em si implica, de imediato, a capacidade de a criança partilhar e de prescindir de algo que lhe é querido, reconhecendo que à sua volta há muitas outras crianças com vivências especiais, diferentes.

É, justamente, no Natal que se constata uma tendência especial para fomentar o espírito de solidariedade e responsabilidade social e nunca será demais incutir esses valores à criança, explicando-lhe o verdadeiro sentido do Natal.

Temos uma campanha este ano traga um brinquedo ou mais para oferecer....


É necessário fazer com que entendam que a compra de brinquedos caros não é o mais importante pois, em muitas situações, o encantamento é pontual e ilusório.
É fundamental que, no jardim de infância, os dias decorram com tranquilidade, magia e encanto ao som de músicas que se enquadram na forte carga emocional da época natalícia, e que, a partir deste espaço, as crianças levem até às suas famílias a verdadeira essência do Natal.
Não existe melhor época para avaliar o que realmente faríamos com o Natal se o reinventássemos…

Reinventar o Natal é um grande desafio!

                                                  Falamos da nossa Família e desenhamos





recortamos lindas estrelas





27/11/13

como fazer estrelas desenhando e em origami

Depois de recontarmos a história da natividade
aprendemos a fazer estrelas

 





Como se faz lindas estrelas em origami


25/11/13

O natal está a chegar.... A CANÇÃO

aprender: canções, fazer mobiles, uma árvore de NATAL, TROCAR PRENDAS, TRAZER UMA PRENDA PARA OFERECER  A SALA E AOS MENINOS  DA PARÓQUIA, HISTÓRIAS POESIAS E MUITOS ENFEITES

 

o que será  que via sair daqui????



ouvimos a história da natividade....linda

19/11/13

Novembro, 2013 as formas

Tangram



                                                                 Origem do tangram


O tangram é um quebra-cabeça chinês, de origem milenar. Existem várias lendas sobre sua origem.

Uma delas conta que um chinês deixou cair no chão um pedaço de espelho quadrado, o qual se quebrou em sete pedaços. Para sua surpresa, com os cacos do espelho ele poderia dar origem a várias formas conhecidas, como animais, plantas, pessoas, objetos, letras, números, figuras geométricas, entre outras.

Outra diz que o tangram se originou quando um homem tentava consertar os pedaços quebrados de um azulejo de porcelana. Independentemente de qual seja a verdadeira lenda, o tangram é muito conhecido hoje em dia e também muito gostoso de se brincar.

O objetivo desse jogo é utilizar os sete peças, sem sobreposição, para montar determinada figura.


A referência mais antiga é de um painel em madeira de 1780, de Utamaro, com a imagem de duas senhoras chinesas a resolver um tangram. A mais antiga publicação com exercícios de tangram é do início do século XIX. Em chinês, o tangram é conhecido como Chi chiao tu, ou "as sete peças inteligentes".

Existe uma enciclopédia do tangram que foi escrita por uma mulher, na China, há mais de 100 anos, em seis volumes com 1.700 problemas de tangram.







fizemos o tangram que temos na sala




 
depois de visionarmos a história fizemos figuras com as 7 tábuas da sabedoria




pintamos um tangram e recordamos as cores em inglês

decoramos o nosso hall com mobiles

13/11/13

as formas geométricas - TICS na Sala 3


aprendemos uma canção nova

 
pintamos formas online  clica aquisite formas geométricas


experimentamos fazer uma composição no Paint
Tal como em relação a outros materiais, também as novas tecnologias e o seu contributo para esta educação multicultural dependem largamente da atitude e das escolhas do educador. Contudo, importa salientar que existe software educativo que valoriza a diversidade social e cultural a vários níveis. Mas, mais do que qualquer software educativo, pensamos que o verdadeiro potencial das novas tecnologias neste âmbito reside efectivamente na utilização da Internet para acesso a conhecimento sobre outras realidades e culturas, bem como nas possibilidades de comunicação que a esse nível se podem estabelecer. Este conjunto de possibilidades permite-lhes expandir a sua visão do mundo, conhecer, questionar e compreender a sua diversidade.
nas artes fizemos carimbagem com formas

aprendemos o que era uma linha reta, curva e o que se podia fazer com elasGRAFISMOS




imprimimos a canção e decoramos

fizemos jogos


e plasticina