30/11/10

All I want for Christmas is you LIVE 2004 by Mariah Carey

29/11/10

A BIBLIOTECA VAI À SALA

É importante que as bibliotecas escolares participem activamente na educação e formação dos alunos, promovendo actividades educativas tais como a hora do conto, ateliers, jogos, pedipapers, concursos, workshops, feiras do livro, criação de clubes, entre tantas outras, que incentivem o gosto e o prazer da leitura.

Quanto mais cedo as histórias orais e escritas entrarem na vida das crianças, maiores são as possibilidades de elas gostarem de ler... Deste modo torna-se cada vez mais importante o papel do professor não só como formador de leitores dentro da sala de aula, mas também como leitor dentro das bibliotecas escolares porque as crianças também aprendem a ler com os gestos de leitura dos outros.





Click to play this Smilebox greeting
Create your own greeting - Powered by Smilebox
Make a free greeting card

27/11/10

FESTA DE NATAL - CONVITE AOS PAIS

Click to play this Smilebox invite
Create your own invite - Powered by Smilebox
This invitation card customized with Smilebox

a história do GUI e a literatura infantil

Hoje a dimensão de literatura infantil é muito mais ampla e importante. Ela proporciona à criança um desenvolvimento emocional, social e cognitivo indiscutíveis. Segundo Abramovich (1997) quando as crianças ouvem histórias, passam a visualizar de forma mais clara, sentimentos que têm em relação ao mundo. As histórias trabalham problemas existenciais típicos da infância, como medos, sentimentos de inveja e de carinho, curiosidade, dor, perda, além de ensinarem infinitos assuntos.

Neste sentido, quanto mais cedo a criança tiver contacto com os livros e perceber o prazer que a leitura produz, maior será a probabilidade dela tornar-se um adulto leitor. Da mesma forma através da leitura a criança adquire uma postura crítico-reflexiva,extremamente relevante à sua formação cognitiva.

Quando a criança ouve ou lê uma história e é capaz de comentar, indagar, duvidar ou discutir sobre ela, realiza uma interacção verbal.

23/11/10

Brincar com a Ciência - Articulação com o 1º ciclo

“Uma criança só estará disposta a aprender se for algo novo que lhe desperte o interesse ou que lhe seja útil para alguma coisa. Ela tem de estar motivada. Mas para que ela sinta interesse, precisa de ter contacto com as coisas, precisa de ver, tocar, cheirar, brincar com as coisas.”
Armando Vieira (s/d)




Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Personalize your own photo slideshow




“(...) a familiaridade com a ciência deve começar desde as idades mais baixas.
Para as crianças do ensino pré-escolar e básico, não se deve tratar de ensinar ciência, no sentido convencional, mas sim de despertar a curiosidade, o gosto de sentido de observação do mundo à nossa volta.”

21/11/10

A Formação Pessoal e social e as histórias


ora vejam....


à volta do ponto..experiências em jardim de Infãncia

a história o Ponto e a educação artística

Estando hoje o quotidiano de crianças e jovens confinado ao espaço da escola,
é inquestionável que a esta cabe a responsabilidade de introduzir a arte nesse
quotidiano.

Do jardim de infância à universidade o papel da escola só pode ser
o de fomentar a descoberta e o desafio: descoberta dos modos de expressão
do humano e desafio dos seus limites. São várias as etapas a ultrapassar:
despertar a curiosidade num primeiro momento, cultivar a necessidade da
experiência artística em seguida, de modo a conduzir as crianças a gestos mais
responsáveis como são querer estudar e investigar,promover a criatividade e curiosidade



Click to play this Smilebox photo album
Create your own photo album - Powered by Smilebox






This photo album made with Smilebox

A Geometria no Jardim de Infância e o Tangram

O papel dos adultos e, em particular, do educador de infância, é crucial no modo como as crianças vão construindo a sua relação com a Matemática, nomeadamente quando prestam atenção à matemática presente nas brincadeiras das crianças e as questionam; as incentivam a resolver problemas e encorajam a sua persistência;lhes proporcionam acesso a livros e histórias com números e padrões; propõem tarefas de natureza investigativa; organizam jogos com regras; combinam experiências formais e informais e utilizam a linguagem própria da Matemática (o mesmo número que…,a mesma forma que…, esta torre é mais alta que…). É importante que o educador parta do que as crianças já sabem, tenha em conta as suas experiências anteriores e aproveite as oportunidades que ocorrem naturalmente, considerando que a aprendizagem matemática mais significativa resulta das experiências e materiais que lhes interessam e, sobretudo, que as levem a reflectir sobre o que fizeram e porque o fizeram.



Como área da Matemática, para além de permitir representar
e descrever a realidade física, assume também um valor
intrínseco. A Geometria inclui uma estrutura com uma lógica
específica que lhe permite articular a evidência visual com a
exactidão do seu método, dando resposta a inúmeros problemas.
Podemos, também, falar num valor estético, que se traduz
em sensibilidade para contemplar obras de arte, que recorrem
a motivos geométricos, peças de design, arquitectura e elementos
geométricos específicos, como frisos e rosáceas, presentes
em muitos monumentos. Na verdade, este “olhar” sobre
o que nos rodeia é influenciado pelos conhecimentos e pela
sensibilidade geométrica que cada um de nós vai desenvolvendo
ao longo da vida.


"Lurdes Serrazina

Geometria: Textos de Apoio para Educadores de Infância"


Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Make a free picture slideshow

17/11/10

poema....e trabalhos feitos em família



Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Slideshow generated with Smilebox

JOGO ONLINE do TANGRAM




faça o Tangram on-line com os seus filhos ...um jogo muito giro
clica no título desta postagem e divirtam-se




http://www.aulavaga.com.br/jogos/puzzle/tangram-house/


à volta do Tangran o que fizemos....clica aqui e aprende muita coisa sobre o tangram..muitas actividades


Tangram


é um quebra-cabeça chinês formado por 7 peças (5 triângulos, 1 quadrado e 1 paralelogramo) Com essas peças podemos formar várias figuras, utilizando todas elas sem sobrepô-las. Segundo a Enciclopédia do Tangram é possível montar mais de 1700 figuras com as 7 peças. Esse quebra-cabeça, também conhecido como jogo das sete peças, é utilizado pelos professores de matemática como instrumento facilitador da compreensão das formas geométricas. Além de facilitar o estudo da geometria, ele desenvolve a criatividade e o raciocínio lógico, que também são fundamentais para o estudo da matemática. Não se sabe ao certo como surgiu o Tangram, apesar de haverem várias lendas sobre sua origem. Uma diz que uma pedra preciosa se desfez em sete pedaços, e com elas era possível formar várias formas, tais como animais , plantas e pessoas. Outra diz que um imperador deixou um espelho quadrado cair, e este se desfez em 7 pedaços que poderiam ser usados para formar várias figuras. Segundo alguns, o nome Tangram vem da palavra inglesa "trangam", de significado "puzzle" ou "buginganga". Outros dizem que a palavra vem da dinastia chinesa Tang, ou até do barco cantonês "Tanka", onde mulheres entretiam os marinheiros americanos. Na Ásia o jogo é chamado de "Sete placas da Sabedoria".

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Click to play this Smilebox collage
Create your own collage - Powered by Smilebox
Customize a collage



16/11/10

As Formas

a família do triângulos

Figuras geométricas ...começamos pelo triângulo


fizemos a dobragem do guardanapo
dividir um quadrado em 4 triângulos

e fizemos lindas figuras





desenhamos no quadro ..

e vimos este filme no youtube

ora vejam divirtam-se ....




Figuras Geometricas

vamos conhecer as formas geométricas- clica aqui para aprenderes mais



Eu sou o triângulo
Tenho 3 biquinhos
De chapéu eu sirvo
Para os palhacinhos
.
Eu sou o quadrado
Bonito de mais
Tenho 4 lados
São todos iguais

E eu sou o círculo
Sou igual à Lua
Sou o mais bonito
Lá da minha rua

Eu sou o rectângulo
Cresci mais dum lado
Para ganhar pontos
Ao senhor quadrado

11/11/10

O Assador de castanhas na escola de Aires no Dia de S. Martinho



NO dia se S. Martinho como é tradição

comemos castanhas ..pois é... na escola de Aires

também se cumpre a tradição

trouxemos uma moeda de casa




Lá estava o senhor das castanhas




e fomos comprar castanhas


como estava um sol de S. Martinho fizemos
o piquenique no exterior




estavam de comer e chorar por mais....



Dia de S.Martinho e articulação com o 1º ciclo- ateliers











os meninos do 3º ano do 1ºCiclo, vieram fazer uma visita à educadora e aos meninos do Pré-Escolar no dia de S. Martinho.Foi com muita alegria que nos voltámos a encontrar.

Alguns já tinham andado nesta sala do Jardim de Infância e puderam assim matar as saudades da educadora e dos espaços muito familiares. Preparamos um atelier de pinturas faciais e todos recordaram as áreas brincando nos jogos, fazendo pintura .

e desfrutando dos jogos no computador.





Recordaram a canção das castanhas
e levaram um texto de provérbios para trabalhar


no final deixaram mensagens de carinho obrigado a todos pela visita



Os meninos da sala 3 foram ao 1º ciclo

10/11/10

Cozinha pedagógica fizemos pão para comer com o doce de ameixa







Ingredientes:
300 ml de água
1 colher de sopa de azeite

2 colheres de sopa de açúcar amarelo
500 g de farinha
150 g de cenoura ralada

Confecção:
Coloque na cuba da máquina de fazer pão a água, o azeite, a noz-moscada, o açúcar amarelo e a farinha.
Programe a máquina no programa pão básico, cor média e tamanho 750g.
Quando a máquina apitar, solicitando assim a adição de ingredientes extra, adicione a cenoura ralada.

Bom apetite!

As nossas Marias Castanhas - reutilizar para criar

Os desenhos de castanhas e as Marias Castanhas mostram um dos temas trabalhados: o São Martinho. As actividades em torno desta temática variaram. ?Observamos o ouriço e as castanhas , a sua textura e cor e ao fazê-lo podemos trabalhar a matemática agrupando por tamanhos e formas .Podemos ensinar palavras novas, e introduzir materiais que as crianças não conheçam para trabalhar a expressão plástica.


Aqui estão as nossas lindas Marias Castanhas

feitas com papel crepe
recorte de uma castanha em cartolina

utilizando botões , lãs e tecidos
imaginamos a nossa
todas diferentes todas iguais